Você está aqui: Página Inicial / Dia do Abraço

Dia do Abraço

Amados, amemo-nos uns aos outros, porque o amor procede de Deus, e todo aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. I João 4. 7

O Dia do Abraço existe para refletirmos sobre o amor, que é o essencial em nossas vidas todos os dias. Vida que é relacionamento, abraço fraterno, amigo, amável, compreensível.

Tudo começou quando Juan Mann, no ano de 2004, iniciou a Campanha do Abraço Grátis, a Free Hugs Campaign, na Pitt Street, uma rua de Sydney, Austrália. Ele oferecia abraços livremente às pessoas que passavam na rua, com o intuito de incentivar o abraço que, segundo ele, deixa as pessoas muito mais felizes.

Um abraço histórico, memorável, antigo, mas eterno, é descrito por Jesus de uma forma amorosa na parábola do Filho Pródigo, contada há dois mil anos, mas que vem fazendo a diferença real por todas as gerações, nos alcançando hoje. É a história de um homem que tinha dois filhos. O filho mais novo resolve pedir ao pai sua parte da herança e vai para uma terra distante viver sua vida, como achava que deveria viver. Nessa terra distante ele vai gastando cada centavo do seu dinheiro com seus prazeres, até que todo o dinheiro acaba e ele vira quase um mendigo. No momento mais crítico, ele sente atração até pela comida que era dada aos porcos, tamanha a fome que sentia. Ele, então, se lembra da casa do pai e resolve voltar arrependido. É recebido com um grande abraço e com muita festa pelo pai.

Jesus ilustrou o abraço eterno do Pai a mim e a você que voltamos para casa arrependidos e, assim, cheios deste amor,  estamos todos os dias construindo o Reino de Deus abraçando-nos uns aos outros em amor.

Um grande abraço neste e em todos os dias!


Prª. Ester Martins de Oliveira Lago
Pastoral Escolar do Colégio Metodista de Ribeirão Preto