Você está aqui: Página Inicial / Pastoral Escolar / #PraPensar / Dia Mundial de Oração - 2020

Dia Mundial de Oração - 2020

Dia Mundial de Oração - 2020

As celebrações que acontecem este ano têm inspiração no texto bíblico de João 5:8

“Levante-se! Pegue sua cama e ande."

As primeiras celebrações do Dia Mundial de Oração (DMO) tinham por objetivo conscientizar as pessoas que o ato de orar vai além de proferir palavras ou fazer penitências; é preciso agir efetivamente em auxílio às causas sociais.

Comemorado na primeira sexta-feira do mês de março em mais de 1.150 pontos no nosso país, são realizados cultos e celebrações em português, inglês, espanhol, alemão e outras línguas, a fim de abranger o maior número de igrejas cristãs.

Algumas delas já incluíram a data em seu calendário oficial e a solenidade é marcada por reflexão bíblica e dedicação de ofertas para ações sociais específicas.

Podemos dividir a palavra oração em orar + ação. Precisamos colocar em prática esta percepção silábica: orar e agir! Se ficarmos só na contemplação e não praticarmos, nossa fé será nula. Aqui nos deparamos com a base bíblica e wesleyana de nossa igreja.

O texto bíblico de Tiago 2:17 diz que a fé sem obras é morta. Diante desta verdade a celebração se mantém atual e consistente.

O Dia Mundial de Oração proporciona a mulheres de todo o mundo a reafirmação da fé em Jesus Cristo; o compartilhamento de suas esperanças, temores, alegrias, tristezas e necessidades.

Neste dia há oportunidade de conscientização do que acontece no mundo, encorajamento para não viver de forma isolada e exercer o verdadeiro cristianismo que é levar a carga de outras pessoas, orar com e por elas.

É uma data que permite o enriquecimento com experiências de fé vividas por cristãos de outros países, o reconhecimento de dons e talentos para utilizá-los em benefício da comunidade e principalmente, para perceber que oração e ação são inseparáveis; ambas têm incontestável influência no mundo, unindo a todos.

Não consigo imaginar a vivencia cristã autêntica sem ação. Nos reunimos em diferentes momentos, circunstâncias e lugares, porém, se nossas petições não estiverem associadas à prática estaremos perdidos, será apenas religiosidade.

Baseados na mensagem bíblica deste ano, que possamos ajudar, exortar, conscientizar, denunciar e, de outras tantas formas, participar da construção de um mundo abençoado pelo amor de Deus.
Em nossas escolas e universidades precisamos exercer o dom do amor, ensinado nas pregações. Que ele não fique apenas na teoria, que seja vivido e praticado!

Rev. Roberval Trindade - IPA-RS